Visita virtual ao Jardim Zoológico

No passado dia 3 de março, no âmbito do dia Internacional da Vida Selvagem, o Jardim Zoológico decidiu convidar várias escolas que estavam envolvidas no projeto Eco Escolas.

Assim, através de um vídeo em direto transmitido pela plataforma youtube, que contou com a presença de mais de sessenta mil pessoas de todo o nosso país, conseguiu-se ver algumas espécies que estão em vias de extinção. O tratador, que estava a apresentar as diversas espécies, mostrou-nos como estas eram tratadas, o seu habitat, qual a sua alimentação e como tinham ido para o Jardim Zoológico.

Ao longo da sessão, podia-se colocar questões sobre as diversas espécies, assim como dúvidas ou curiosidades que as pessoas a assistir tivessem.

De entre as centenas de espécies que habitam no Jardim Zoológico de Lisboa, ficou-se a conhecer melhor os tigres, os rinocerontes, os mamutes, camelos e as suricatas.

Tratou-se de uma atividade bastante interativa que deu para, mesmo em tempos de pandemia e confinamento, conhecer as espécies de uma forma diferente e bastante interessante!

Certificado do 8ºA
Certificado do 8ºB
Maria João Marques, 8ºB, nº16

Os Maias, de Eça de Queirós - Adaptação do “Jantar no Hotel Central” ao tema das alterações climáticas

Entretanto, no Hotel Central, Ega, Carlos, Alencar e Cohen discutiam o aquecimento global enquanto se deliciavam com as propostas gastronómicas do chef.

Ega sentiu-se sozinho na sua defesa do planeta e, assim, atacado entre vários fogos, trovejou:

- Já estou farto disto, as calotas polares estão a derreter e o nível da água do mar está a subir! Isto só piora o aquecimento global! Não consigo compreender como é que as pessoas não se envolvem neste desígnio de salvar o planeta! Se as emissões de CO2 têm de parar, então, temos de travar essas emissões. Para mim é preto ou branco! Não há áreas cinzentas quando se trata da sobrevivência. Ou continuamos a ser uma civilização ou não continuamos. Temos de mudar. O aquecimento global é uma evidência!

- Oh meu caro, qualquer dia já nem precisas de aquecer a sopa de tanto falar sobre o aquecimento global - ironizou o Alencar.

Ega ia fulminá-lo. Mas vendo que Cohen dava um sorriso enfastiado, calou-se.

- Meixão em cama de legumes - disse o criado, adiantando a travessa.

- Não me interessa ter cá alguém a dizer que a causa das alterações climáticas é o CO2, isso não é ciência, é política! - exclamou Alencar.

Cohen, deliciado com aquele meixaozinho, interveio, tinha uma opinião a ser tida em conta. Era o Presidente do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas. Tinha estado em reuniões um pouco por todo o lado e tinha lido muitos relatórios. Havia evidências de que em algumas regiões, os fenómenos meteorológicos extremos estavam a tornar-se cada vez mais comuns e a pluviosidade aumentava, enquanto noutras as vagas de calor e as secas estavam a agravar-se. De acordo com as previsões, estes impactos iriam intensificar-se nas próximas décadas.

Carlos concordou. Tinha visto um documentário que mostrava algumas espécies a mudar-se para outros habitats e outras que não estavam a conseguir adaptar-se a mudanças tão rápidas. Alguém tinha visto aquele pobre ursinho à deriva pelos Oceanos em cima de um iceberguezinho? Era de rasgar a alma. O mundo estava mesmo por um fio…A humanidade tinha de fazer alguma coisa!

Alencar, muito indignado com tamanho catastrofismo, considerou tudo uma imoralidade:

- A contribuição antropogénica no aquecimento global é mínima! O aumento da temperatura deve-se claramente a um aumento da atividade solar!

Carlos confirmou que o sol estava muito ativo. Tinha colocado painéis fotovoltaicos, aqueciam a água muito bem.

E Alencar insistiu:

- E os animais que se adaptem! Não é isso que diz o Darwin?

Vendo a fúria de Ega perante aquele negacionismo tão evidente, Cohen fez um brinde com o seu raríssimo Château Lafite:

- Aos painéis fotovoltaicos!

E continuou : Portugal tinha orgulho no recorde enquanto líder mundial na redução de todas as emissões, na promoção da resiliência, no crescimento da nossa economia e em assegurar energia para os nossos cidadãos. O nosso modelo era realista e pragmático!

Alencar achava que tanta paranóia faria com que daqui a pouco andassem todos a pé e as viagens aéreas seriam todas canceladas!

- Não digas isso nem a brincar! Tenho uma viagem marcada para as Maldivas! - recordou o Cohen.

- Precisamente, é preciso ir lá antes que fiquem submersas! Está comprovado cientificamente! Esse paraíso vai ser engolido pelas águas do mar - refletiu Ega, que tinha lido isso algures.

-Mas há alguém preocupado com as Maldivas? Temos é de cuidar do nosso canto. O mundo é Portugal! - indignou-se Alencar

E atirou-se à picanha da Argentina, saboreando-a com prazer redobrado!

Ega estava cada vez mais indignado. Era preciso recomeçar uma história nova! Como dizia aquela miúda, a nossa casa estava a arder!

-Já cá faltavam os incêndios. Então, esse flagelo não existe desde que se friccionou uma pedra na outra? - vociferou Ega.

-Calma,amigo, não fiques assim! -sossegou Carlos.

-Chamem lá o criado que eu tenho fome - disse o Cohen - hoje o Parlamento teve tantas reuniões que eu estou exausto! Estou a ter uma crise de sustentabilidade…

O jantar lá continuou, bem conversado sobre as grandes questões do planeta.

Ao final da noite, Ega propôs que fossem todos a pé até casa, era preciso reduzir as emissões de carbono!

- A pé? - indignou-se o Cohen - olha que eu sou uma figura pública, olha-me este rapaz…

Alunos do 11º TMI

No Dia dos Namorados, "Declara-te ao Planeta" #LoveEarth



Campanha solidária

Durante os meses de outubro e novembro realizou-se na nossa escola, uma campanha solidária de recolha de alimentos e vários utensílios para cães e gatos. A iniciativa teve como objetivos ajudar os alunos a serem amigos dos animais ajudando-os a viverem com dignidade. Para além disso, a campanha visou evitar o abandono e a sobrepopulação de animais nas ruas e em abrigos. Os produtos doados foram ração para cães e gatos, brinquedos, bem como areia para os felinos. Os alunos e toda a comunidade educativa colaboraram com empenho e gosto na campanha. De salientar, que os alunos do Centro de Apoio à Aprendizagem, que inclui alunos com multideficiência, autismo e défice cognitivo realizaram também com muito gosto brinquedos para os nossos amigos de quatro patas. Todos os bens foram entregues à Associação de Proteção Animal de Condeixa-a-Nova – “Os Patudos”.

 

 

 



GreenFest 2020

No dia 20 de novembro, a turma do 9.º B participou na realização do Quiz sobre Economia Circular promovido pela ABAE, inserido no GreenFest 2020 - Retoma Sustentável no Pós-Pandemia.

No dia 20 de novembro, a turma do 9.º B participou na realização do Quiz sobre Economia Circular promovido pela ABAE, inserido no GreenFest 2020 - Retoma Sustentável no Pós-Pandemia.



Desenvolvimento Sustentável

No âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, os alunos do 8.° PIP elaboraram PowerPoints sobre Desenvolvimento Sustentável. Este trabalho foi elaborado na Biblioteca da escola e contou com o apoio da professora da disciplina e da professora bibliotecária. A apresentação dos trabalhos foi feita para os alunos da turma e para a professora da disciplina, em sala de aula.

VER APRESENTAÇÃO